Instituto Renner financiará projetos que contribuam para o empoderamento de mulheres a partir do empreededorismo



Estão abertas as inscrições pra o Edital do Instituto Renner em parceria com a ONU Mulheres para a seleção de projetos que contribuam para o empoderamento das mulheres a partir do empreendedorismo e da geração de renda.

Podem participar da seleção projetos constituídos a partir de negócios sociais, apresentados por organizações sem fins lucrativos bem como organizações com fins lucrativos (tais como cooperativas e microempresas) que sejam geridas e compostas em sua maior parte por mulheres, em situação de vulnerabilidade e que estejam em funcionamento há pelo menos 2 anos.


Segundo o edital, é essencial que os projetos sejam relacionados a negócios vinculados à cadeia produtiva do setor têxtil (confecções) e de moda, e que tenham propostas inovadoras e sustentáveis, que gerem impactos positivos para a sociedade e o meio ambiente. Terão preferência os projetos voltados para o empreendedorismo de mulheres negras.

As propostas e soluções apresentadas devem prever melhorias em processos produtivos que favoreçam as condições de trabalho e as habilidades das mulheres, bem como o fortalecimento de redes e o desenvolvimento profissional das trabalhadoras e empreendedoras do segmento têxtil e de moda (por exemplo, através de acesso a crédito, novos mercados, planejamento de negócios, estratégias de marketing, entre outros).

Os projetos selecionados receberão até 60.000 (sessenta mil reais) que deverão ser executados em até 9 meses. Os recursos devem ser aplicados no desenvolvimento profissional das mulheres e em melhorias de infraestrutura para o negócio, tais como bens duráveis, tecnologias produtivas, treinamentos e capacitações, entre outros.

As inscrições poderão ser realizadas até o dia 31 de maio, apenas pelo site do Instituto Renner.

Confira o Edital completo aqui.

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas para definir o Objetivo Geral e Objetivos Específicos de um projeto

Passo a passo: Como criar uma ONG