Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016

Instituto Rio Edital 2017

Imagem
O Instituto Rio lança o Edital 2017 que apoiará 12 projetos com atuação na Zona Oeste do Rio de Janeiro com a doação total de R$ 24.000,00 por projeto apoiado.  O Edital 2017 ficará aberto até 27 de janeiro de 2017. Após este prazo, o link para preenchimento ficará indisponível.
As linhas estratégicas apoiadas serão, Arte e cultura; Geração de trabalho e renda; Tecnologias sociais; Desenvolvimento comunitário e institucional; Direitos humanos, justiça social e cidadania, Direitos sexuais e reprodutivos, entre outras.
Para ver a lista completa através do edital, acesse:

Edital 2017- Instituto Rio

Resultado final - Concurso de Contos

Imagem
Saiu o resultado final do Concurso de Contos!!! Foram escolhidos 15 dos 20 contos finalistas para publicação, devido à qualidade do material recebido.
Parabéns aos autores pelo lindo trabalho!!! 


Segue a listagem dos ganhadores:

Ranking Final - Olimpíada Solidária 2016

Imagem
A 14a Olimpíada Solidária terminou!

A Olimpíada Solidária, que está na 14a edição – no Brasil é realizada desde 2007, tem por objetivo incentivar a leitura, a solidariedade e o aumento da frequência ás bibliotecas. Através da participação de pessoas de todas as idades lendo e estudando nas bibliotecas cadastradas, o projeto converte as horas de leitura em livros para compor acervo em bibliotecas comunitárias.
Para ver mais, acesse XIV Olimpiada Solidária


Este ano o Brasil ficou em 2º lugar na competição mundial. Foram 70.567 horas de leitura e estudo, com a participação de 18.296 estudantes e a participação de 39 bibliotecas em todo Brasil.


Parabenizamos a todos os participantes pelo excelente resultado!

Confira o ranking das bibliotecas participantes!

Escolha os contos que serão publicados em um livro!

O Instituto Ekloos está promovendo um Concurso de Contos inspirados na cidade do Rio de Janeiro. Serão selecionados 10 contos entre os 20 finalistas. Você pode ajudar a escolher os contos que serão publicados em um livro impresso e e-book.

Os contos que tiverem mais curtidas no facebook no periodo de 10 a 20 de dezembro de 2016, terão pontos somados aos da comissão julgadora. Escolha o melhor conto e vote!

"A estrela solitária" de Sergio Porto (adulto) - Vote"A livraria" de Julia Maria Meraviglia Crivelli Nakin (adulto) - Vote"Corcovado" de Nice Neves Butta (adulto) -  Vote"Cristo Redentor", de Giovanna Ghirardi (pré-adoslescente) - Vote"Escombros" de Sérgio Bernardo (adulto) - Vote
"Eu Rio" de Alice Paiva Souto (adulto) -  Vote
"Memórias Assombradas" de Thamires F. Bonifácio (jovem) -  Vote"Minha Ilha, minha Mangueira, minha Cidade", de Edna Coimbra (adulto) - Vote"No banco do Posto 6"…

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS "Cristo Redentor"

Apresentamos o conto "Cristo Redentor", da autora Giovanna Ghirardi Lopez (jovem)
Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo Cristo Redentor no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)


Cristo Redentor Clarissa é uma garota curiosa. Ela tem 10 anos e sabe de muita coisa. A menina nasceu e mora no Rio de Janeiro e, como era de se esperar, sempre pergunta várias coisas sobre o lugar onde nasceu. Um dia estava brincando com alguns amigos no clube. Eles estavam brincando de adivinhar para onde a pessoa estava olhando, que funciona da seguinte maneira: Uma pessoa olhava para um lugar e descrevia, e a outra  tentava adivinhar para onde ela esta olhando. Quando chegou a vez de uma menina chamada Júlia, Clarissa descobriu para onde a amiga estava olhando, e era o Cristo Redentor.

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS "Um Rio Interior"

Apresentamos o conto "Um Rio Interior", da autora Marineth Vitorino dos Santos (adulta)
Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo Um Rio interior no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)



Um Rio Interior
                 Estou  sozinho e meu  cachorro que me acompanha há dezesseis anos,  está morrendo. Há dezesseis anos ele me recebe todos os dias com a alegria sempre renovada. Ele é mais forte do que eu em sua dignidade cachorral. Não suportando  tanto sofrimento conversei com a veterinária , duas vezes , na intenção de acabar definitivamente com suas dores. Mas sua vontade de viver é tão forte que, mesmo cego, sem andar direito ele recomeça.

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS "Sinal fechado"

Apresentamos o conto "Sinal fechado", da autora Joseléa Galvão Ornellas (adulta). 
Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo Sinal Fechado no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)

SINAL FECHADO
Manhã de outono! Um azul intenso, uma luz radiante e uma brisa suave invadem o carro e a alma daquela mulher! No rádio, a velha música de Paulinho da Viola, pouco a pouco, preenche todo o interior da sua alma e do carro. Que segue... Nem à direita, nem à esquerda, mas justo ali, na pista do meio. A pista central da longa e velha ponte que une aquelas duas cidades, tão próximas e tão distantes! Sem correria, mas também, sem lentidão ela segue adiante. Na velocidade certa para sorver toda magia daquela manhã de outono iluminada. Segue, fazendo coro com Paulinho naquela canção antiga e eterna sobre o reencontro casual de ex- amores num sinal de trânsito. Fechado.

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS "Uma menina chamada Dora"

Apresentamos o conto "Uma menina chamada Dora", da autora Daniela Atolin (adulta)
Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo Uma menina chamada Dora no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)


UMA MENINA CHAMADA DORA
Todas as manhãs, antes do sol nascer, Dora espreguiçava languidamente o pequeno corpo moreno na cama. Abria os olhos lentamente, acostumando-se com a pouca claridade que adentra pelas frestas da janela. Preguiçosamente movia-se com lascívia, enquanto preparava o espírito para começar o dia.

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS "Eu Rio"

Apresentamos o conto "Eu Rio", da autora Alice Paiva Souto (adulta)
Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo Eu Rio no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)


Eu rio!
O Rio de Janeiro continua lindo. Mas o aluguel vai aumentar no mês que vem. "Tudo sobe nessa cidade, menos o meu saldo bancário. O que eu vou fazer?" Ia pensando Catarina enquanto caminha pelas ruas de Botafogo em busca de um novo apartamento para morar. Mas talvez a melhor opção fosse mesmo voltar para casa dos pais no interior. Mil experiências de cidade e nada nas mãos. Terá sido tudo uma ilusão? Para Catarina era difícil a decisão.

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS "Presente de Natal"

Apresentamos o conto "Presente de Natal" da autora Ana Prado (adulta)
Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo Presente de Natal no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)


Presente de Natal
Os últimos quinze dias daquele ano de 2015 no Rio de Janeiro tiveram um sabor diferente em relação aos anos anteriores. Como sempre os preparativos para o jantar do 24 e 31 dezembro foram a vedete, mas a compra dos presentinhos também teve seu espaço, mesmo não sendo muito adepta do consumismo desta época, respeito o momento e me divirto na aventura de escolher coisas simples para presentear alguns amigos e familiares.

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS "Tributo a Zé Zuca"

Apresentamos o conto "Tributo a Zé Zuca" do autor Abhay Zukoski (criança)
Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo Tributo a Ze Zuca no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)


TRIBUTO A ZÉ ZUCA
            Eu tive um amigo que se chamava Zé Zuca. Foi o carioca mais maravilhoso que eu conheci. Ele se interessava tanto pelas crianças,  que ele criou para elas, além de livros, CDs, um programa chamado Rádio Maluca. Ali se reuniam muitos artistas a cada semana, cantores, contadores de histórias, escritores mirins. E por causa dele eu acabei virando artista, também.

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS "Escombros"

Apresentamos o conto "Escombros" do autor Sérgio Bernardo
Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo Escombros no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)


ESCOMBROS
— Saio, não, Inácia. Com essa decisão verbalizada, pernas magras se arrastando pelas lajotas seculares, a velha vai abrir o baú. — Leve esses dobrões e venda – ela estende uma sacola de feltro. — Alugue um quartinho e vá comendo até chegar a sua hora. Eu fico. A negra Inácia calada, o ouro reluzindo entre os panos da trouxa, dá a derradeira espiada no aposento e no rosto da patroa. A lágrima única escapa do choro que brota ao contrário: escorre por dentro.

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS "Corcovado"

Apresentamos o conto "Corcovado" Nice Neves Butta (adulta)
Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo Corcovado no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)


Corcovado                 Antes que o despertador tocasse, ela acordou. A alma estava cansada. Não abria mão do coador de café invadiu a pequena casa com três cômodos. O céu avermelhado prometia um lindo dia de sol.                 Foi até a cama que dividia com o filho e o acariciou. O uniforme estava no cabide. O velho calçado perfeitamente engraxado. O lanche na geladeira. Pedro estava contando os minutos para o dia do passeio da escola que finalmente chegou. Iriam ao Cristo Redentor.

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS "Um mineiro na Cidade Maravilhosa"

Apresentamos o conto "Um mineiro na Cidade Maravilhosa", da autora  Carolina Angélica de Oliveira Passos (adulta)
Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo Um mineiro na cidade maravilhosa
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)


UM   MINEIRONACIDADEMARAVILHOSA João, pedreiro no interior de Minas Gerais, cansado de tanto carregar peso e receber um salário miúdo, decide tentar a vida numa cidade grande.   Pega carona num caminhão e vai para o Rio de Janeiro. Carteira de Trabalho sem assinatura de nenhum patrão, roupas manchadas de cimento e cal...   Dentro de uma mochila, gasta pelo tempo, leva   suas roupas surradas e sua esperança.     De longe, a mulher e os filhos acenam a mão.  “ Vai com Deus, pai! ”  “ Vai com Deus, João! ”João enxuga uma lágrima na manga da camisa e   acena sua mão calosa.

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS "Porto Maravilha"

Apresentamos o conto "Porto Maravilha", da autora Verena Kael (adulta).

Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo Porto Maravilha no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)

Porto Maravilha Praça Mauá, sexta-feira de feriado com sol leve e vento fresco. Tinha poucas pessoas presentes entre os museus do Amanhã e o MAR. Um senhor de meia-idade com um tamborim na mão, uma jovem mãe com seu filho de 4 anos e três turistas franceses, duas mulheres e um homem. Um cheiro forte de podre começou a preencher todos os lugares da praça. Através do olfato as janelas das memórias dos transeuntes abriram, pois pensaram quando sentiram aquele cheiro pela última vez. Os turistas tamparam os narizes. Os outros fizeram cara feia e falaram mal do governo carioca. O dia era bonito, mas a Baía de Guanabara era coberta por águas tristes, turvas e escuras. A opacidade da água era o espelho de uma urbanização desenfreada e caótica.

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS "Minha Ilha, minha Mangueira, minha Cidade"

Apresentamos o conto "Minha Ilha, minha Mangueira, minha Cidade", da autora Edna das Dores de Oliveira Coimbra (adulta)

Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo Minha Ilha, Minha Mangueira no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)


Minha Ilha, minha mangueira, minha cidade. Foi lá pelas dez horas da manhã do dia vinte e um de junho, depois de também “cabriolar” pelo útero de minha mãe, procurando uma abertura, um “porto” para me abrigar, que cheguei eu nessa “abra grande” que é a Enseada do Abraão. Depois já menina, corria as várias praias da Ilha Grande; praias de beleza sem igual.

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS "Rio de Janeiro"

Apresentamos o conto "Rio de Janeiro", da autoraTânia Maria Rodrigues-Peters (adulto).

Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo Rio de Janeiro no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)


Rio de Janeiro
Tento não pensar em você, Tento imaginar que você já não existe , pelo menos nos meus pensamentos, pois se penso em você minha „alma canta“ como diz a canção, minha alma chora e não é fácil seguir sabendo que não estamos mais juntos. Caso de amor? Sim, sim, sim! O nosso é um caso de amor.

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS "Sobras da Lapa"

Apresentamos o conto "Sobras da Lapa", da autoraLuisa Benevides Valle (adulto).

Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo Sobras da Lapa no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)

Sobras da Lapa O carnaval de Maria era na quarta-feira de cinzas. Ela e o sol de fevereiro acordavam juntos, arregalados pro dia. Lá fora, a cidade cheirava a promessas feito manhã de Natal. A menina desgrudava as costas do colchão sem lençol e, com passos de garça, desviava dos sonos dos irmãos até alcançar o vestido mais próximo. Em seguida, rumava pro banheiro. Água no rosto, nos cabelos e debaixo dos braços.

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS "A estrela solitária"

Apresentamos o conto "A estrela solitária", do autor SERGIO PORTO DA COSTA MATTOS(adulto).

Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-loA estrela solitária no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)


A ESTRELA SOLITÁRIA Acordou e começou a arrumar a casa. Vivia sozinha no Rio de Janeiro, no mesmo apartamento em Botafogo de seu duradouro casamento, desde que enviuvou de Guilherme. A filha morava no interior de São Paulo e lhe dera duas netas, que ela ajudou a cuidar no primeiro ano de cada uma. Mas retornava sempre para casa e ficava à distância curtindo o crescimento das duas. As visitas eram esporádicas e sempre dela, pois a filha médica estava comprometida ora com sua agenda de consultas e urgências, ora com as aulas na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo de Ribeirão Preto.

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS "Um passeio inesquecível"

Apresentamos o conto "Um passeio inesquecível", da autora Juliana Perazzini de Sá(adulto).

Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo Um passeio inesquecível no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)



Um passeio inesquecível Fazia uma bela manhã na Cidade Maravilhosa: pássaros voando, crianças brincando e eu... ESTUDANDO! Mas que grande ironia, não é mesmo? Tantos dias na semana para o Sol aparecer e justamente no dia em que eu resolvo estudar, a temperatura chega na casa dos 40 graus! Pode-se dizer que é uma grande falta de sorte, mas quando se trata de Matemática nada me surpreende.

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS "No banco do Posto 6"

Apresentamos o conto "No banco do Posto 6", da autora Luísa Avanci Laval(adulto).

Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo No banco do Posto 6 no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)

No banco do Posto 6 Lá está Roberto, sentado, conversando com seu melhor amigo, como de costume. Desde 2002, ele visita o amigo todos os dias, faça chuva, faça sol, terremoto ou enchente, exatamente às 9 em ponto, pois sabe que gosta muito de sua companhia, mas não pode pessoalmente encontrá-lo: perdeu a capacidade de andar. Portanto, Roberto sempre desce no ponto de ônibus do Posto 6, vestindo seu terno de executivo, e vai ao encontro do colega para contar-lhe as novidades do mundo, boas e ruins, e também umas linhas que volta e meia escreve para pedir conselho fazê-lo passar uns momentos agradáveis.

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS "A Livraria"

Apresentamos o conto "A livraria", da autora Julia Maria Meraviglia Crivelli Nakin(adulto).

Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo A livraria no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)


A livraria
Ela passava todos os dias pela livraria para ver se tinha chegado alguma novidade. Nunca comprava nada, mas gostava de saber.  Embora valorizasse os livros, não tinha dinheiro. Quem conversava com ela, achava que ela já tinha visitado “meio mundo”, mas era só porque lia, e muito, e assim viajava do seu jeito.

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS- "Volta"

Apresentamos o conto "Volta", da autora Cilene Alves de Oliveira(adulto).

Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo "Volta" no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)


Volta U ma mochila basta! Não queria muita bagagem. Queria a sensação de liberdade! Se precisasse de outras coisas, compraria. E, se resolvesse voltar, teria menos espaço para a decepção. Preferiu o ônibus ao avião. Queria prolongar ao máximo aquele misto de sentimento. Retorno? Busca? Reencontro? Acomodou-se no assento à janela. Consigo só a mochila e os melhores companheiros: o travesseiro e um livro. Já que era um retorno, levou o Pequeno Príncipe, repleto de lembranças e saudades. Lembrou do dia em que o ganhara. Sua prima Mary deliciosamente repetira o presente de todos os aniversários:

VOTAÇÃO DO CONCURSO DE CONTOS- "MEMÓRIAS ASSOMBRADAS"

Apresentamos o conto "MEMÓRIAS ASSOMBRADAS", da autora Thamires F. Bonifácio(jovem).

Leia aqui o conto na íntegra. Para votar, é só curtí-lo Memóras Assombradas no Facebook
(infelizmente curtidas em páginas compartilhadas não poderão ser contabilizadas)




MEMÓRIAS ASSOMBRADAS
   Pouco me lembro dos detalhes daquele dia. Era um dia comum dos anos de 1984, eu ainda morava em Marechal Hermes e trabalhava como diarista num apartamento na Penha. Era de costume seu Aldo, apelido carinhoso para seu Josoaldo, o porteiro e zelador mais querido do Edifício São Marques, irmos juntos para o trabalho.

6ª edição do Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger

Imagem
6ª edição do Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger Fotógrafos acima de 18 anos de todo Brasil podem participar. Podem ser inscritos trabalhos que não tenham sido premiados anteriormente no Brasil e/ou no exterior, nas seguintes categorias:
Trabalhos de fotografia de livre temática e técnica;
Trabalhos de inovação e experimentação na área de fotografia;
Trabalhos de fotografia documental. A Comissão de Seleção indicará, ainda, doze fotógrafos que, juntamente com os três premiados, participarão de uma exposição coletiva e de um catálogo do Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger 2016/2017.
O Prêmio é realizado pela Coordenação de Artes Visuais/Dirart da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), com o objetivo de incentivar, divulgar e valorizar a produção fotográfica brasileira. Inscrições gratuitas pelos correios até 8 de março de 2017.  A premiação é de $30.000 para cada categoria + R$ 1.000 de aju…

5ª edição Programa Petrobras Distribuidora de Cultura (PPDC)

Imagem
SELEÇÃO PÚBLICA PARA CIRCULAÇÃO DE PEÇAS TEATRAIS
Estão abertas as inscrições para a 5ª edição do Programa Petrobras Distribuidora de Cultura (PPDC), específica para a circulação de peças teatrais no país.

O objetivo é contemplar projetos teatrais profissionais, não inéditos, nas categorias adulto e infanto-juvenil, relevantes dentro do cenário cultural brasileiro. O investimento é de R$ 15 milhões para o biênio 2017/2018.
As peças selecionadas deverão circular de 01/10/2017 a 30/11/2018. Os projetos não precisam estar previamente inscritos na Lei Federal de Incentivo à Cultura.
Os projetos deverão oferecer, em todas as apresentações, recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência, como tradução para Libras – a linguagem brasileira de sinais – e/ou audiodescrição. Inscrições gratuitas online até 30 de janeiro/2017,  Edital e regulamento: http://bit.ly/2fRS83y Veja mais informações em: http://www.br.com.br/pc/sociedade-e-meio-ambiente/sociedade/projetos-e-programas/culturais/pro…

Fundação Abrinq seleciona projetos de Educação, Saúde e Proteção a crianças

Imagem
O processo seletivo 2017 do Programa Nossas Crianças da Fundação Abrinqjá está aberto! 
Poderão ser inscritos projetos sociais que ofereçam atendimento direto a crianças na faixa etária entre 0 e 5 anos e 11 meses, nos eixos de atendimento em Educação, Saúde e Proteção. Os projetos aprovados receberão apoio técnico e financeiro durante o prazo de 24 meses, a partir de 2017.
Prazo de inscrição até dia 31 de dezembro de 2016. O edital com as informações completas assim como formulário de inscrição estão no site: http://captadores.org.br/2016/12/02/fundacao-abrinq-seleciona-projetos-de-educacao-saude-e-protecao-a-criancas/