Salve as crianças africanas



Mais de 1 milhão de crianças africanas são exploradas diariamente, sofrem constantes abusos e vivem em situações sub-humanas, vítimas de uma tradição enraizada na cultura, onde a exploração de menores tornou-se comum. Em Burkina Faso, um dos países mais pobres do mundo, elas são conhecidas como “Garibous”, palavra que no dialeto local significa “mendigos”.

Sensibilizados com a situação desses meninos, o casal Simone Goedert e Roberto Fernandes foram a Burkina Faso apoiar uma ONG de ajuda às crianças Garibous, e para revelar ao mundo essa onda de exploração gravaram o documentário Garibous – o direito da criança já existe, mas não para eles.

O filme estreou na sexta-feira (02) em Joinville-SC e será lançado em São Paulo dia 09, na cinemateca.


Postagens mais visitadas deste blog

Dicas para definir o Objetivo Geral e Objetivos Específicos de um projeto

Passo a passo: Como criar uma ONG